segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Ela está em todo lugar, de Cherie Priest | Resenha #24


Ela está em todo lugar conta a história de May e Libby, duas garotas que criaram a Princess X, uma princesa de vestido rosa e all star vermelho, que vive em uma casa assombrada e tem uma espada katana (igual dos ninjas). Desde esse dia as duas se tornaram melhores amigas, Libby desenhando e May escrevendo as histórias da princesa. Até o dia em que Libby e sua mãe morrem em um acidente de carro. 

May tenta buscar os desenhos da Princess X, que ficaram com Libby, mas o pai da garota havia doado tudo depois da tragédia. Três anos depois, May descobre que a Princess X se tornou uma febre na internet, com um site em histórias em quadrinhos. O que só pode significar uma coisa: Libby está viva. E ela está tentando se comunicar com May através das histórias... 

Título: Ela está em todo lugar
Autora: Cherie Priest
Editora: Gutenberg
Páginas:
272
Ano:
2015
SKOOB - AMAZON



May parte em busca da amiga e acaba conhecendo Trick, um hacker que a ajuda a desvendar os mistérios da Princess X, que foi sequestrada pelo Homem Agulha, um homem que perdeu a sua filha e então está usando a Princess X como substituta. O problema é que quanto mais perto de desvendar o mistério e fazer o paralelo entre a história de ficção e o que aconteceu de fato com Libby, mais perigosa a aventura se torna. 


Eu nunca li uma história que mistura narrativa com HQ, mas quando vi a capa de Ela está em todo lugar não me contive e acabei levando para casa. O livro é narrado em terceira pessoa e flui muito rápido, visto que a história não enrola muito. Rapidamente conhecemos o começo da amizade de May e Libby e o que aconteceu com a desenhista da Princess X. 



A aventura começa muito rapidamente, o mistério do site da Princess X e a semelhança absurda entre a história em quadrinhos e o que aconteceu com Libby é evidente desde as primeiras páginas. May é aquela amiga leal que nunca esqueceu Libby e mesmo três anos depois ainda sofre e tem saudades da amiga. A questão é que May nunca ficou muito convencida de que sua melhor amiga havia morrido e agora com essa terrível coincidência é que ela não vai deixar essa história para lá mesmo.

O problema é May não faz ideia de onde começar a pesquisar na internet e logo seu notebook dá um problema. É quando ela conhece Trick, um rapaz que está fazendo serviços técnicos no prédio. May não tem dinheiro para pagar Trick, mas o seduz com a ideia de desvendar a Princess X - que é um grande mistério para todo mundo. 

Não existe isso de 'ninguém ver a gente' na internet. Nunca mesmo, não importa o que qualquer um te diga. Tem sempre um jeito de te rastrear.

Ao longo da história em quadrinhos do site, várias pistas são dadas a respeito do mistério da Princess X e onde ela pode estar, desde que fugiu das mãos do Homem Agulha, um homem perigoso que parece estar sempre um passo a frente de todo mundo e está louco para encontrar novamente a Princess X.

Narrado em terceira pessoa e com o foco totalmente voltado para a aventura e a busca de Libby, o livro não dá muitas voltas e promove uma leitura rápida, divertida e com uma boa dose de suspense. É aquela história que você fica curiosa e acaba sempre se surpreendendo. O lado bom é que não tem momentos chatos na leitura, ela flui bem e a história é muito bem construída, dado que cada ação gera outra que gera outra ação e assim sucessivamente até o final. 

Os personagens são muito divertidos, especialmente Trick e todas as farpas trocadas entre ele e May. Eu achei que dali ia surgir um interesse romântico, mas a autora foi inteligente e criou apenas uma amizade esquisita e extremamente divertida que aliviava os momentos de tensão da história. May é uma amiga muito leal e que não desiste por nada de encontrar sua melhor amiga, mesmo quando tudo faz aparentar que Libby está mesmo morta e que ela está um pouco pirada. 



O quebra-cabeça da história é o ponto alto. Enquanto as páginas passavam, eu tentava desvendar também o mistério e entender o que era a história em quadrinhos e o que de fato poderia ter acontecido com Libby. Quem era o Homem Agulha? Por que ele sequestrou a Princess X? Onde estava a Princess X? Como eles se livrariam do Homem Agulha? Você acaba sendo sugada para  dentro da história durante a leitura e é muito fácil conseguir visualizar as cenas e se sentir perdida com May e Trick na busca cheia de perseguições, perigos e algumas atrapalhadas. 

É um infantojuvenil delicioso de ler. Tem aventura, tem amizade, tem personagens divertidos. A história é meio louca, mas é aquele tipo de loucura que você acha o máximo e não a coisa mais sem noção, sabe? Porque tem coerência e, de alguma forma maluca, faz sentido também. É um livro muito bom de ler e perfeito para quem quer tirara a cabeça de leituras pesadas e fazer o tempo passar rápido.

Nota: 4/5 

Notas: 1 - Ruim, péssimo;  2 - Médio, regular; 3 - Bom, legal;  4 - Muito bom;  5 - Ótimo, incrível; ♥ - É um dos meus preferidos
 Quer acompanhar minhas leituras? Me adiciona/segue no skoob!


19 comentários:

  1. Gostei da sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos..

    Parabéns!

    Amo seu blog ❤️ ..

    Meu Blog tudosobreobadoo.com

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Luiza, você tem certeza? Eu dei uma pesquisada e não achei nada sobre uma continuação :(

      Excluir
  3. Oi Lex! Eu amo esse livro, estes dias estava até pensando em reler, a trama me prendeu totalmente e me deixou muito empolgada. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Oi, Aléxia
    Sendo bem sincera, pela capa eu não leria mas eu gostei de saber que a autora mistura ficção com as histórias em quadrinhos, acho que é um diferencial e tanto. Me gusta saber que é algo leve, imaginei que tivesse cenas mais pesadas por causa do luto e tals, mas saber que não é assim eu fico mais animada.
    Beijo
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, Mi? Na verdade, ele não tem nenhum tipo de cena pesada e nada que me deixou mal durante a leitura sabe? É mais focado na aventura em encontrar a Libby mesmo ☺

      Excluir
  5. Oi Lex!
    Não conhecia esse livro, que premissa diferente, nunca li nada parecido.
    Ótima dica! Beijos

    Divagando Palavras
    www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir
  6. Gosto de tramas que nos envolvem a ponto de tentarmos desvendar seus mistérios. Ótima indicação. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    www.paisagemdejanela.com

    ResponderExcluir
  7. Que legal ter narrativa e HQ junto. Adorei!! Li um livro assim à pouco tempo, que é da Editora Fundamento, O Reino Perdido. Conhece?!!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Com uma resenha dessa como a gente não lê esse livro? Ainda não tinha visto nada sobre ele, mas já anotei a dica!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, Aléxia.
    Eu já li um livro que tem essa mistura de livros com HQ e achei muito legal. Pena que era série e nunca mais que publicaram os outros volumes. Se der vou ler esse também porque já fiquei aqui na curiosidade para saber o que realmente está acontecendo hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Oi, Lex!
    Eu tinha tirado esse livro da wishlist por não lembrar direito do que ele se tratava (e pela preguiça de procurar também). Porém, ele acabou de voltar com várias estrelas do lado para eu tentar passar na frente de todas as outras compras hahaha Achei sensacional a ideia e espero gostar também!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  11. Muitooooo legal a premissa desse livro! Gostei ainda mais por que a narrativa não é arrastada ou enrolada. Já entrou para a minha wishlist. Coloquei a página da Amazon nos meus favoritos para comprar assim que possível.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  12. Oi Lex,
    a Bibs leu o livro lá no blog e amou muito, vive indicando ele. Eu acho um trabalho muito lindo, principalmente de diagramação, e sou bem curiosa sobre a história. Tá na minha lista pra ser lido!

    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir

BlogsBrasil