segunda-feira, 23 de abril de 2018


Vocês também gostam de contos de fadas? Eu adoro histórias de releituras de princesas da Disney, contos de fadas clássicos e afins. E o novo lançamento da autora Tania Giovanelli esse mês na Amazon é justamente nesse universo mágico! Ellen - Um conto de fadas moderno é uma história deliciosa e para todas as idades. E, já aviso, é impossível não se conquistar e devorar o livro inteirinho em poucos dias! 

A história é sobre Ellen, uma menina que passou a vida inteira trancada dentro de casa. Ela  nunca teve permissão para sair dos muros que cercavam a sua casa, nem de estudar em uma escola como os seus dois irmãos, que, aliás, eram as únicas crianças que ela conhecia. 

E é somente no seu aniversário de 18 anos que Ellen consegue entender o motivo de tanta proteção dos seus pais: ela é amaldiçoada! A maldição foi jogada em duas famílias há séculos atrás, mas seus pais acreditam que isso pode afetar drasticamente a vida de Ellen. 

Ellen, por sua vez, prefere não acreditar em nada disso e resolve que quer uma festa, mais especificamente um baile à fantasia, em seu aniversário de 18 anos, como uma forma de conhecer novas pessoas e se abrir para o mundo cheio de possibilidades novas. 

Entre o primeiro - e perfeito - beijo, novos sentimentos que florescem em seu coração e uma festa magnifica, a vida de Ellen acaba sofrendo uma grande mudança e a maldição a atinge. Tudo que ela quer agora é saber como quebrar essa maldição e conquistar a sua liberdade de uma vez por todas. Mesmo que para isso ela precise embarcar em uma jornada desconhecida e cheia de perigos.



A Tânia conseguiu criar uma história bem encantadora, cheia de elementos mágicos, um romance sutil e uma personagem corajosa e cativante, a Ellen. O livro é repleto de aventuras, com boas doses de diversão, risadas e uma pintadinha de mistério. 

O melhor de tudo é que ele é um lançamento, está na pré-venda e será lançado definitivamente no dia 25 de abril, lá na Amazon, sendo disponível a compra do e-book ou a leitura pelo kindle unlimited.



Eu fui uma das primeiras pessoas a ler a história em primeiro mão, ajudei a Tânia a revisar, e com isso tomei a liberdade de fazer uma playlist para o livro no Spotify. Foram músicas que eu acho que super combinam com a história e vai ajudar muito na experiência de leitura ☺ Espero que vocês gostem! 


sábado, 21 de abril de 2018

frases de anna e o beijo frances

Se tem uma coisa que eu amo é conhecer novas frases. Eu não sei porque, mas sempre estou pesquisando pelos blogs posts específicos com frases de livros que o blogueiro leu. Além disso, acho que é uma excelente forma de conhecermos melhor um livro. Afinal, ao pesquisarmos as frases de uma história podemos ver sobre o que ela trata no mais profundo da sua essência. 

Por isso eu achei que seria muito legal trazer para o blog essa nova coluna também e mantê-la atualizada. E hoje eu decidi trazer frases de Anna e o Beijo Francês, um livro que eu amei MUITO quando li uns anos atrás e que tem frases excelentes! 


É possível que lar seja uma pessoa e não um lugar?

E vamos falar de tudo menos nossos pais... ou talvez nós nem precisemos falar. Nós só andaremos. E continuaremos andando até que o resto do mundo deixe de existir.

frases de anna e o beijo frances


Nós só ficamos na companhia um do outro. Minha respiração. Sua respiração. Minha respiração. Sua respiração. Eu não poderei nunca dizer a ele, mas é verdade. Isto é estar em casa. Nós dois.”

► Frases da duologia "24 Horas"


“- Por que você está com ela? Silêncio. - Tudo bem, não responda. E sabe o que mais? Não me ligue também. Nós terminamos por aqui. Bonne nuit. - Porque eu não quero estar sozinho neste momento. - Você não estava sozinho, babaca.”

frases de anna e o beijo frances
“Por que as pessoas certas nunca ficam juntas? Por que as pessoas têm tanto medo de sair de um relacionamento mesmo sabendo que não é um relacionamento bom?”.

Eu adoro quando ele ergue uma sobrancelha quando digo alguma coisa que acha inteligente ou divertida. Adoro ouvia suas botas batendo no teto do meu quarto. Adoro que o acento no seu primeiro nome seja agudo, e que ele tenha um sotaque lindo. Eu amo tudo isso.
frases de anna e o beijo frances

Quanto mais você sabe quem você é e o que quer, menos você deixa que as coisas te chateiem.

Compre o livro na Amazon:

quarta-feira, 18 de abril de 2018


Eu não sei vocês, mas eu sempre tenho muita curiosidade com algumas coisas em relação a livros. Como, por exemplo, quantas palavras tem determinada história? Ou qual é o maior livro do mundo? E uma das minhas curiosidade é sobre livros mais lidos do mundo ou do Brasil. Quanto a essa categoria existem muitas subcategorias. Existem os livros mais lidos no Brasil; livros mais lidos no mundo; livros mais lidos na última década; livros mais lidos de todos os tempos... 

Enfim, existem muitos tipos! E isso exige bastante tempo de pesquisa. Para ajudar a selecionar de qual categoria eu queria falar eu resolvi selecionar os livros mais lidos de acordo com o Skoob -- se quiser, me segue lá :) -- que é a maior rede social de leitores do Brasil.

Na lista deles de Top Mais Lidos tem 106 livros. Eu decidi restringir a lista a apenas 50, até porque no final terá uma segunda lista com outros livros. Eu decidi que seria uma ideia bacana misturar alguns livros mais vendidos, tanto da história, quanto da última década. ,

O bom do Skoob é que temos certeza de qual são os livros mais lidos, em lista de jornais e revistas nós apenas sabemos quais são os mais vendidos e assim presumimos que são os mais lidos também.

50 livros mais lidos (segundo Skoob)

  1. Pequeno Príncipe;
  2. Harry Potter e a Pedra Filosofal; 
  3. A culpa é das estrelas;
  4. Harry Potter e a Câmara Secreta; 
  5. Crepúsculo
  6. Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban;
  7. Harry Potter e o Cálice de Fogo;
  8. A menina que roubava livros; 
  9. Harry Potter e o Enigma do Príncipe; 
  10. Harry Potter e a Ordem da Fênix; 
  11. Harry Potter e as Relíquias da Morte; 
  12. Lua Nova; 
  13. Eclipse; 
  14. O Ladrão de Raios; 
  15. A Cabana;
  16. Amanhecer;
  17. O Código da Vinci;
  18. Dom Casmurro;
  19. Jogos Vorazes; 
  20. O Mar de Monstros; 
  21. Anjos e Demônios; 
  22. O Caçador de Pipas; 
  23. O menino do pijama listrado; 
  24. A Maldição do Titã; 
  25. Em chamas; 
  26. Querido John;
  27. Marley e Eu;
  28. A Batalha do Labirinto;
  29. Cinquenta tons de Cinza;
  30. A Esperança;
  31. O Último Olimpiano; 
  32. As Crônicas de Nárnia (Volume Único);
  33. O Diário de Anne Frank;
  34. A Guerra dos Tronos;
  35. A Última Música;
  36. O Cortiço;
  37. Cinquenta tons mais escuros;
  38. O Símbolo Perdido;
  39. A Revolução dos Bichos;
  40. Memórias Póstumas de Brás Cubas;
  41. Fallen;
  42. Fortaleza Digital;
  43. O Hobbit;
  44. Capitães de Areia;
  45. As vantagens de ser invisível; 
  46. Iracema; 
  47. Quem é você, Alasca?
  48. O Herói Perdido; 
  49. O Alquimista;
  50. O Guia do Mochileiro das Galáxias;
 Eu jurava que já tinha lido muito mais, hahaha. E vocês, quantos leram? Acabou que nos 56 livros restantes da lista dos livros mais lidos eu li muitos outros, como Cidades dos Ossos, Sussurro, A seleção, Cidades de Papel, Diário de uma Paixão, Divergente, A Cidade do Sol, Como eu era antes de você, entre muitos outros.

A Revista Bula fez um artigo também com uma lista de 10 livros mais vendidos na história e os cinco primeiros são:

  1. Dom Quixote;
  2. O Conde de Monte Cristo;
  3. Um Conto de Duas Cidades; 
  4. O Pequeno Príncipe;
  5. O Senhor dos anéis;
 O que vocês acharam desse tipo de post? Eu gostei bastante de fazer especialmente para ter uma base melhor sobre quais livros que já li, quais quero ler, os clássicos... Se tiverem ideia de outras listas para trazer aqui e que vocês gostariam de ver é só falar :)  Ah, me conta aqui quantos desses você leu. O meu deu um resultado de 11 dos 50 livros mais lidos no Skoob!

segunda-feira, 16 de abril de 2018


resenha se você me visse agora
Já fazia muito tempo que eu estava a fim de ler um livro da Cecelia Ahren, e andando pela sessão de 2 livros por R$:10,00 no sebo eu encontrei esse. Nunca tinha ouvido falar de Se você me visse agora e comprei na cara e coragem sem mal ler a sinopse. E hoje eu trago a resenha desse livro que me surpreendeu para vocês.

Título: Se você me visse agora
Autora: Cecelia Ahern
Editora: Rocco
Páginas: 304
Ano: 2011

Elizabeth Egan teve uma infância de desilusões, com uma mãe que estava sempre ausente e depois de alguns anos abandonou ela, seu pai e sua pequena irmã ainda bebê para que Elizabeth cuidasse. Não é de se esperar que, agora com 34 anos, e tendo novamente cuidar de uma criança que não é sua, seu sobrinho Luke, Elizabeth busca por equilíbrio e estabilidade em todas as áreas de sua vida, tendo que controlar tudo a todo o momento e não deixando que nem uma parte de sua mente explore a imaginação e ilusões.
Tudo começa a muda, porém, quando Luke, seu sobrinho de 6 anos, começa a enxergar um amigo imaginário, o que passa a enlouquecer Elizabeth, já que tudo que ela menos quer é que o sobrinho se torne uma pessoa "no mundo da lua" como a mãe a avô. As coisas começam a mudar ainda mais quando Elizabeth passa a enxergar Ivan, mas não se dá conta que somente ela e Luke podem vê-lo.

São as crianças que sabem exatamente o que está acontecendo com o mundo. Elas enxergam mais que os adultos, elas acreditam mais, são honestas e sempre, sempre permitem que você saiba em que pé está.

Elizabeth tem grandes traumas da sua infância, e isso afeta todas as áreas de sua vida. Apesar de ser uma designer de interiores, ela nunca vai muito além da sua paleta de cores cinzas, sua casa é sempre limpa e organizada e sequer parecer que há uma criança vivendo ali. Para piorar a situação. Elizabeth é incapaz de demonstrar sentimentos que passem um pouco mais de afeto, mesmo com Luke, do qual ela cuida como uma mãe desde que nasceu.

resenha se você me visse agora

Ivan é um amigo imaginário e essa é sua profissão. Quando ele é enviado para a casa de Luke percebe que há algo diferente, já que o menino não tem nenhum problema do qual ele possa ajudar ao contrário de sua tia... Porém, nunca nenhum amigo imaginário foi enviado para um adulto e nenhum adulto pode enxerga-lo. Até que as coisas começam a mudar e Ivan recebe uma responsabilidade maior do que jamais recebeu: ajudar um adulto.

Confesso que minhas expectativas não estavam altas para esse livro, o que foi ótimo, já que assim me permiti ser surpreendida. A escrita da Cecelia é um pouco arrastada, as partes de muito diálogo não compensam as muitas outras de uma narração detalhada e extensiva e muitas vezes até mesmo repetitiva sobre a infância de Elizabeth e detalhes de sua casa, trabalho e características dos locais. Porém, tudo isso acaba sendo compensado pela criação de personagens tão cativantes e mágicos - literalmente.

Os personagens são muito bem construídos, e dá para se sentir próximo de ambos, mesmo com a narrativa em terceira pessoa na maior parte das páginas. Além disso, a autora consegue criar um clima de empatia por personagens como a Elizabeth e seu pai, emocionando em muitas partes e deixando o coração do leitor super apertado. Minha única crítica é que o livro não abriu um leque maior para os personagens secundários que tem pequenas participações, fazendo a história girar em torno de Elizabeth e seus dramas, para quem gosta de livros com vários personagens e ligações isso pode ficar em falta.

[...] não importa onde esteja, a gente sempre precisa de um amigo.

O desenvolvimento da história foi muito bem trabalhado, os acontecimentos vão sendo bem detalhados e aos poucos as coisas vão acontecendo, o que eu curti bastante pois conseguimos acompanhar a evolução dos personagens e não dá aquele jeito apressado para o livro que faz o leitor se perguntar como, quando e onde tanta coisa aconteceu.

A Cecelia cria uma atmosfera muito mágica e deliciosa de ler, você passa as páginas e fica se perguntando a todo instante o que vai acontecer e às vezes é uma caixinha de surpresas. Além disso, a história nos ensina muito sobre dor, passado, traumas, infância, amor, superação, medo e todos esses temas que todo mundo conhece. Vale a pena a leitura, sem dúvidas.


Nota: 4/5 

Notas: 1 - Ruim, péssimo;  2 - Médio, regular; 3 - Bom, legal;  4 - Muito bom;  5 - Ótimo, incrível; ♥ - É um dos meus preferidos
 Quer acompanhar minhas leituras? Me adiciona/segue no skoob!


Compre 'Se você me visse agora' na Amazon: 


sábado, 14 de abril de 2018


Passando por um sebo eu vi esse livro da Meg Cabot por apenas R$:5,00. Inacreditável, não é? Uma capa bem chamativa, um título curioso e a promessa de ser diversão na certa só por ter sido escrito pela Meg, não precisei pensar muito antes de levar para casa!

Título: Pegando Fogo!
Autora:
Meg Cabot
Editora:
Amazon
Páginas:
304 
Ano:
2009
SKOOB

Em uma cidade consideravelmente pequena, mas um ponto alto do turismo da região, os Quahogs são os grandes astros. Tanto os mariscos quanto os jogadores do time escolar Quahog que sempre ganham os jogos. Katie, no entanto, não gosta de nem do time - mesmo namorando um dos jogadores - nem dos mariscos - mesmo que agora ela esteja concorrendo para o concurso Princesa Quahog.

Mas tudo isso são apenas detalhes para Katie, que desde que seu ex-amigo Tommy se meteu em encrenca e praticamente foi expulso da cidade, passou a mentir descontroladamente. Katie agora, além de fingir que ama os Quahogs, também esconde de seu namorado que está dando uns amassos atrás do restaurante em que trabalha com Eric, um garoto gato do grupo de teatro.

Até determinado momento nada disso parece ter importância, já que ela tem conseguido lidar bem com suas mentiras, beijar dois garotos gatos e populares ao mesmo tempo e está prestes a conseguir ganhar também o concurso e receber uma boa grana. Só que aí chega na cidade seu pior pesadelo: Tommy Sullivan.

Tommy que era, anos atrás, o melhor amigo de Katie e um grande antissocial, aparece sob o estereotipo do garoto forte e bonito que deixa nossa protagonista enlouquecida. Principalmente porque ninguém sabe porque Tommy voltou e ele parece conhecer Katie mais do que ninguém, conseguindo decifrar todas suas mentiras e a deixando sem defesas - e de pernas bambas!



Meg Cabot consegue fazer aquela leitura leve, descontraída e rápida que é sua marca registrada. Acredito que se não fosse por sua narrativa tão envolvente eu não conseguiria ler esse livro. Nossa protagonista, Katie, é uma garota que, particularmente, eu não entendo. Ela mente descontroladamente, trai seu namorado e engana todos ao seu redor. Além disso, está notório que para não se tornar excluída ela faz algo de ruim com seu amigo Tommy (algo que só descobrimos no final). Katie é definitivamente a garota que eu acho superficial, mesmo que por dentro e lá no fundo ela seja melhor do que aparenta, de fato.

A verdade é que eu não consegui me comover tanto com ela. Não consegui ter aquela vontade de puxa-la de dentro das páginas e lhe dar um abraço ou um tapa na cara, eu apenas a achei alguém insignificante. Com o passar das páginas a máscara dela vai caindo (pelo menos para os leitores) e então percebemos quem é ela por dentro, mas ainda assim eu não achei que houvessem boas justificativas para que agisse da forma que agia (fingindo ser uma pessoa que não é e uma grande traidora).

Meg Cabot faz um suspense/mistério com o que aconteceu de fato com Tommy, porque ele saiu da cidade e porque voltou, mas principalmente o que ela vai fazer agora que está de volta. E, para ser sincera, me decepcionei um pouco com isso também. Tudo bem que para a idade deles podia até ser horrível o que aconteceu para que o fizesse sair correndo da cidade e deixar tudo para trás, mas para uma cidade inteira se voltar contra uma criança eu achei, no minimo, sem sentido. E, com tanto suspense em volta do fato ocorrido, eu esperava muito, muito mais!

Eu acho que o problema com você é que você andou tão ocupada nos últimos anos dando às pessoas o que pensa que elas querem, que não parou para pensar no que você quer.

Os personagens secundários basicamente não tem muita função, nem falas e o livro corre em volta de Katie, o concurso, a volta de Tommy e o medo da nossa protagonista em que as pessoas descubram suas mentiras e pior: descubra que ela era amiga de Tommy, mesmo ele sendo o único que a conhece de verdade e ainda assim gosta dela.

Mas afinal, por que eu gostei desse livro? Acho que Meg Cabot nunca vai ser aquela autora que me faz tirar o pé do chão, embora eu goste de seus enredos, seus personagens e loucuras eu sempre sinto que falta algo mais, espero muito e acabo me decepcionando um pouco.

O que nunca me faz com que eu me arrependa de um livro seu, no entanto, é sua narrativa. Mesmo seus personagens sendo fracos - pelo menos nesse livro-, ela consegue te envolver com a escrita, a história é bem construída, embora seja rasa, mas é o livro que você pega em um final de semana que quer relaxar e livrar a mente e consegue se divertir tranquilamente. Que foi o que aconteceu comigo, com tanta coisa da faculdade eu só queria algo mais raso e leve para ler, devorei rapidamente, mas quando analisei a obra vi que muita coisa podia ter sido melhor e mais elaborada.

O livro é ótimo se você está sem expectativas.

Nota: 3/5 

Notas: 1 - Ruim, péssimo;  2 - Médio, regular; 3 - Bom, legal;  4 - Muito bom;  5 - Ótimo, incrível; ♥ - É um dos meus preferidos
 Quer acompanhar minhas leituras? Me adiciona/segue no skoob!


Compre 'Pegando Fogo!' na Amazon:


quarta-feira, 11 de abril de 2018

dicas para comprar livros baratos
Dá para acreditar que é possível com menos de R$30 levar vários livros para casa? Depois que eu aprendi como comprar livros baratos, a minha vida mudou MUITO. Comecei a economizar muito mais dinheiro e mesmo assim a minha estante cresceu bastante. Com pesquisa e sabendo ir aos lugares certos você consegue comprar 3 livros por R$20, 2 livros por R$15, 1 livro por R$2 e assim vai. 

Antigamente eu sofria muito para conseguir comprar livros. Primeiro, dependia totalmente da minha mãe - que não gosta de ler -, segundo, eu só achava livros caros! Sempre que saia um lançamento o livro estava por R$40 ou, no mínimo, R$30.  E, bom, levando em consideração que muitas vezes eu lia uma história em apenas dois ou três dias, era bastante complicado estar comprando sempre livros.

Porém, depois que entrei na faculdade comecei a aprender como comprar livros baratos. E, acredite, existem várias formas! 
  1. Comprar livros baratos usados;
  2. Comprar livros baratos online;
  3. Comprar livros baratos em promoção; 
Esses são os 3 principais tópicos que vou falar aqui no blog, mas hoje eu tratarei somente do primeiro. E acredito que pelo menos uma coisa bacana vou conseguir ensinar aqui, levando em conta que foi assim, seguindo isso que estou falando aqui, que eu consegui comprar mais de 100 livros em menos de dois anos. 


Como comprar livros baratos usados

Uma das melhores formas de comprar livros baratos é optar pelos livros usados. Muitas pessoas detestam a ideia de comprar livro de 2ª (ou 3ª ou 4ª) mão. Eu nunca liguei com isso, contando que não estivesse muito nojento (páginas grudadas, com mofo e etc). Afinal, se dá para ler legal, não tem cheiro ruim, que mal tem?

Existem duas formas - que eu conheço - se comprar livros usados:
  1. Em sebos; 
  2. Em grupos no Facebook.

 Comprar livros baratos no sebo

Foram nos sebos onde eu fiz as maiores e melhores aquisições da minha estante. Eu estudo ao lado de diversos sebos e existem algumas diferenças. Têm sebos que tem preços bem mais salgados - e cobram pelos livros usados quase um preço de Saraiva! -, mas tem alguns que valem muito a pena justamente por fazerem seções de promoção. 

Por exemplo, o meu sebo preferido no Centro do Rio de Janeiro é o Letra Viva, isso porque sempre eles separam livros para cobrar apenas R$1 e outros que custam só R$5! Às vezes fazem promoções com 3 livros por R$10 também, o que acaba sendo incrível. 

O mais legal é que nem sempre os livros do sebo realmente não livros velhos. Já cansei de comprar livros novos, nunca nem lidos, por preço de livro usado.  Isso é porque alguns sebos fazem "parceria" com editoras, que acabam enviando exemplares de ponta de estoque por preço bem bacana.

como comprar livros baratos

Dicas para comprar livros baratos no sebo

Uma coisa que eu aprendi em dois anos frequentando sebos é: nunca deixe para comprar depois! Ao contrário das livrarias, as coisas no sebo simplesmente desaparecem. Então, se você deixar para comprar no dia seguinte ou o preço pode ter mudado, ou alguém já pode ter levado. E digo isso com propriedade, pois já aconteceu MUITAS vezes comigo!

Outra dica importante é a pechincha. Como eu disse, nem sempre o preço no sebo é o melhor realmente, mas têm muitos lugares que acabam fazendo um desconto a mais em algum exemplar. Especialmente quando você já está levando outros livros no momento.

Enquanto estiver escolhendo os livros, confira bem o estado dele por dentro. Veja se as páginas estão grudadas, se não falta nada, se está riscado, rasgado, molhado e etc. 90% dos livros que comprei em sebos estavam em perfeito estado, mas já aconteceu também de eu comprar livro que estava mofado, com páginas soltas e de várias outras formas que acabaram me deixando bem triste depois. 

Por último, mas não menos importante, pesquise em outros sebos! Sério. Já aconteceu de eu comprar um livro por R$10 em um sebo e quando passei no outro estava por R$2. Muitas vezes isso acontece porque uma livraria, editora ou algo do tipo acabou resolvendo vender em grande demanda exemplares e aí o mesmo livro vai estar circulando em vários lugares por preços diferentes!

 Comprar livros baratos no Facebook

Uma forma também de você comprar livros baratos usados é através do Facebook. Existem diversos grupos que você pode participar de sebos online. Nesse caso, são pessoas que estão dispostas a vender exemplares de suas estantes a um preço mais em conta. Geralmente os livros estão em boas condições, mas é sempre bom perguntar e pedir fotos antes de resolver comprar.

O lado bom disso é que você pode participar de grupos de sua cidade e assim pode marcar um ponto de entrega com a pessoa para que vocês fechem a compra. Dessa forma, ninguém acaba tendo que pagar o frete.

Outra vantagem também é que assim você pode ficar sempre de olho nas novidades e encontrar livros bacanas com mais facilidade, basta estar sempre atualizando os grupos e conferindo o que tem de novo. Uma coisa que é meio dificil de fazer nos sebos físicos.


Aprender a como comprar livros baratos pode te ajudar muito a evitar desperdício de dinheiro. Se você não curte ler livros usados, não tem problema porque essas dicas aqui ainda não acabaram! Tentarei trazer ainda nesse mês dicas de como comprar livros baratos online e onde encontrar as melhores promoções de livros baratos!

Eu estava pensando em fazer uma postagem aqui sobre sebos, o que vocês acham? Gostariam? :)



segunda-feira, 9 de abril de 2018


Oi, gente! 
Eu geralmente não falo de lista de desejados por aqui. Acredito que esse é o primeiro post sobre isso, na verdade. Porém, eu estava pesquisando um pouco sobre livros que podem me ajudar no momento e acabei formando uma lista gigante. Faz muitos anos que não leio nada de autoajuda e confesso que peguei até um certo ranço com esse gênero. Por isso o titulo não é "livros mais desejados de autoajuda", hahah. 

Eu estava pesquisando livros sobre viver uma vida mais leve, mudanças de hábitos e outros assuntos que podem me ajudar de acordo com meus objetivos de vida no momento. E acabei encontrando muita coisa boa que quase não vi sendo divulgada por aí. E resolvi fazer essa lista aqui no blog como uma forma de organizar meus desejados do momento. 

Ah. a ideia do post também é ajudar vocês a conhecerem livros do tipo, caso tenham interesse, e, se você leu algum deles, me conte aqui o que achou, se vale mesmo a pena ler e essas coisas (se tiver resenha em seu blog sobre o livro, pode deixar o link. Vou adorar!). 

Chega de papo furado, vamos lá!
Pequenas atitudes, grandes mudanças
A executiva de Wall Street Caroline L. Arnold um dia percebeu que seu sucesso profissional não se refletia nas realizações pessoais. Quando decidia emagrecer, economizar dinheiro ou ser mais organizada, começava com entusiasmo e determinação,mas logo perdia a força de vontade. Se você se identificou, saiba que quase 90% das resoluções de autoaperfeiçoamento acabam em fracasso. Essas derrotas consecutivas podem fazer você tomar medidas cada vez mais drásticas para conseguir alguma mudança, mas, na verdade, é uma pequena atitude que lhe dará mais  chances de alcançar seu objetivo. Este livro apresenta o bem-sucedido sistema das microrresoluções – um conjunto de regras, modelos e exemplos que irá ajudar você a concentrar seu autocontrole em um comportamento específico até ele se tornar tão automático quanto amarrar os sapatos. Ao redirecionar o foco da sua força de vontade, você poderá ter êxito logo na primeira tentativa e verá o impacto que uma grande mudança pode ter na boa forma, nos relacionamentos, na carreira, na saúde, no sono, nos gastos, na organização e na pontualidade. Pequenas atitudes, grandes mudanças mostra que, enquanto a resolução tradicional promete recompensas a longo prazo, as microrresoluções funcionam porque os benefícios são imediatos, alterando nossa rotina e, em última análise, a nós mesmos.

SKOOB | AMAZON 




Porque fazemos o que fazemos
Bateu aquela preguiça de ir para o escritório na segunda-feira? A falta de tempo virou uma constante? A rotina está tirando o prazer no dia a dia? Anda em dúvida sobre qual é o real objetivo de sua vida? O filósofo e escritor Mario Sergio Cortella desvenda em Por que fazemos o que fazemos? as principais preocupações com relação ao trabalho. Dividido em vinte capítulos, ele aborda questões como a importância de ter uma vida com propósito, a motivação em tempos difíceis, os valores e a lealdade – a si e ao seu emprego. O livro é um verdadeiro manual para todo mundo que tem uma carreira mas vive se questionando sobre o presente e o futuro. Recheado de ensinamentos como “Paciência na turbulência, sabedoria na travessia”, é uma obra fundamental para quem sonha com realização profissional sem abrir mão da vida pessoal.

SKOOB | AMAZON



O poder do hábito
Em “O Poder do Hábito - Por Que Fazemos o Que Fazemos na Vida e Nos Negócios” o autor toca em outro assunto importantíssimo, que é a criação de hábitos corretos. À primeira vista, isso pode parecer pequeno. No entanto, ao longo do livro você vai ver que, saber corrigir atitudes no momento certo pode contribuir com o seu sucesso. Como exemplo, Duhigg conta casos de mudanças e correções de hábitos. Dentre eles, há histórias do próprio autor, mas também de outras pessoas. Você vai descobrir, por exemplo, como hábitos corretos foram importantes para garantir o sucesso do diretor executivo da Starbucks, Howard Schultz, de um dos maiores nomes da luta por direitos civis, Martim Luther King, e até do nadador Micheal Phelps, que já conquistou mais de 20 medalhas olímpicas de ouro. 

 SKOOB | AMAZON 


 
Essencialismo
Se você se sente sobrecarregado e ao mesmo tempo subutilizado, ocupado mas pouco produtivo, e se o seu tempo parece servir apenas aos interesses dos outros, você precisa conhecer o essencialismo. O essencialismo é mais do que uma estratégia de gestão de tempo ou uma técnica de produtividade. Trata-se de um método para identificar o que é vital e eliminar todo o resto, para que possamos dar a maior contribuição possível àquilo que realmente importa. Quando tentamos fazer tudo e ter tudo, realizamos concessões que nos afastam da nossa meta. Se não decidimos onde devemos concentrar nosso tempo e nossa energia, outras pessoas chefes, colegas, clientes e até a família decidem por nós, e logo perdemos de vista tudo o que é significativo. Neste livro, Greg McKeown mostra que, para equilibrar trabalho e vida pessoal, não basta recusar solicitações aleatoriamente: é preciso eliminar o que não é essencial e se livrar de desperdícios de tempo. Devemos aprender a reduzir, simplificar e manter o foco em nossos objetivos. Quando realizamos tarefas que não aproveitam nossos talentos e assumimos compromissos só para agradar aos outros, abrimos mão do nosso poder de escolha. O essencialista toma as próprias decisões, e só entra em ação se puder fazer a diferença.

SKOOB | AMAZON


Menos é mais

Best-seller nos Estados Unidos, Menos é mais é um guia divertido que chega para revelar os segredos de uma vida com menos consumo e mais plenitude. Na primeira parte do livro, Francine Jay discute os benefícios de viver com menos. Arrumar a casa e ter uma vida menos desordenada pode ser um desafio para a maioria das pessoas. A solução? Não se engane achando que precisa de mais coisas, como dezenas de caixas organizadoras. Pelo contrário: o caminho é perceber que precisamos de muito menos objetos do que somos levados a acreditar. Na segunda parte, a autora apresenta os Dez Passos que vão acabar com a bagunça da sua casa, e em seguida ensina a aplicar essas técnicas a todos os cômodos da casa, com instruções práticas e específicas para cada um deles. Por fim, Francine Jay dá dicas de como envolver a família inteira no estilo de vida minimalista - incluindo formas de fazer com que todos mantenham os novos hábitos, para que sua casa seja cada vez mais arrumada e sua vida muito mais serena!

SKOOB | AMAZON


Produtividade máxima
Muitas vezes chegamos ao fim do dia com a sensação frustrante de que não conquistamos nada significativo, de que deixamos de lado o que realmente importa. E pior: sem saber ao certo como gastamos nosso tempo. No entanto, algumas pessoas conseguem realizar tudo (ou quase tudo) o que desejam. Essa capacidade de organização não se deve a um talento inato, mas sim a uma habilidade que pode ser desenvolvida. Com seu sistema da Pirâmide da Produtividade Máxima, Tamara Myles vai ajudar você a assumir o controle da sua vida, de modo que cada tarefa, por mais simples que pareça, seja capaz de contribuir para a realização dos seus maiores objetivos. Você vai aprender técnicas testadas e comprovadas para lidar com as questões mais comuns do dia a dia. De um jeito prático e fácil, vai descobrir como executar suas atividades com maior eficiência, concentrando seus esforços naquelas que são mais significativas.

SKOOB | AMAZON

Super ocupado
O premiado autor e pastor Kevin DeYoung trata desse problema (realmente) grande neste livro (misericordiosamente) pequeno. Mais do que dar dicas batidas de gerenciamento de tempo, DeYoung oferece princípios bíblicos que nos ajudam a entender o motivo de estarmos tão ocupados, para que possamos arrancar o problema pela raiz.

SKOOB | AMAZON

 

 

Você já leu algum desses livros? Eu estou querendo muito ler todos eles, especialmente os que tratam sobre minimalismo. Se você tiver outros livros nesse estilo para indicar, irei adorar! Não esquece de me contar se leu algum desses e se é bom mesmo :) Um super beijo!

 

Recomendo a leitura (clique na imagem para comprar)