segunda-feira, 19 de março de 2018

Para todos os garotos que já amei, de Jenny Han [resenha #06]

resenha para todos os garotos que já amei

Imagina só: você passou a sua vida inteira escrevendo cartas para os garotos de quem você já gostou, esconde bem essas cartas e um belo dia descobre que todas elas - misteriosamente - foram enviadas para seus remetentes. Sem a sua permissão! É exatamente isso que ocorre com Lara Jean em Para Todos os Garotos que Já Amei.

Título: Para todos os garotos que já amei [#1]
Autora: Jenny Han   
Editora:
Intrínseca   
Páginas:
320   
Ano:
2015
SKOOB


Lara Jean é a irmã do meio das Irmãs Song. Desde que sua mãe morreu, quando Kitty, a irmã caçula, ainda era um bebê, Lara Jean tem vivido na sombra de Margot, a sua irmã mais velha. Margot é sua heroína e é a pessoa que ela mais admira no mundo. Mas isso não impede Lara Jean de ter sentimentos reprimidos por Josh, o namorado de Margot. Tudo bem que Lara Jean foi a primeira a gostar dele, mas ninguém sabia disso e logo depois Josh começou a namorar Margot, se infiltrando na sua família completamente até o ponto de que o próprio pai das meninas adorasse ele. 

O problema é que agora Margot está se mudando para a Escócia, para fazer faculdade. E poucos dias antes ela termina com Josh. A última coisa que Lara Jean quer, no entanto, é se envolver com ele. Ela seria incapaz de magoar a sua irmã de tal forma. Mas o destino acaba pregando uma grande peça em Lara Jean e as cartas que ela escreveu a vida toda para quem já amou, são entregues. E isso inclui  Josh. O ex da Margot. Seu vizinho. Seu amigo. Objeto de sua paixão dos últimos anos. 

Para se livrar da situação estranha que se forma entre eles, ela resolve inventar que está namorando com Peter Kavinsky. O menino mais popular da escola que curiosamente era seu melhor amigo no fundamental e sua paixonite daquela época. Peter acaba topando a ideia e eles engatam nesse relacionamento de mentira cheio de verdades. 


resenha para todos os garotos que já amei


Muitas pessoas tem falado bem dessa história nos últimos tempos e a Editora Intrínseca lançou recentemente o último livro da trilogia. Por isso eu acabei comprando o livro para ver se realmente ele era tão bom assim. Mas confesso que não me admirei tanto com a história, vocês vão saber o porquê.

Lara Jean é uma menina que viveu sempre a sombra de sua irmã mais velha, a Margot. Ela admira a Margot mais que tudo na vida e fica sem chão quando a irmã resolve se mudar para o outro lado do mundo. Acaba que por conta dessa admiração toda, nos primeiros capítulos do livro a gente acaba conhecendo muito mais de Margot do que da Lara Jean, que é a protagonista e narradora da história. 

Eu fiquei sem sentir uma conexão de leitor-personagem com a Lara Jean por muito, muito tempo durante a leitura por conta disso. A protagonista fala tanto da irmã que acabei esquecendo que a história não é exatamente sobre ela. Lara Jean é uma menina que me pareceu meio sem personalidade. E para mim foi muito dificil me identificar com ela, no final das contas. Ela tem diversas paixões, a começa pela sua família, por escrever e por alguns detalhes da vida. Mas nenhuma dessas paixões são aprofundadas. Não conhecemos as inspirações de Lara Jean, nada ao qual pude me apegar a ela.

Em uma linguagem muito simples, capítulos curtos (3 a 5 páginas!), o livro tem aquela leitura rápida, cheia de diálogos e poucas narrações descritivas. Nada disso é algo ruim em si, na minha opinião. O problema só é que a história me parecia corrida e muito superficial, por não se aprofundar tanto na protagonista. Conhecemos muito de todos que Lara Jean ama, mas pouco sobre ela mesma, além de coisas bobas e superficiais. 

O começo da trama para mim foi meio chato, porém, da metade para o final o livro ganha outro desenrolar. Conhecemos mais de Lara Jean e mais de Peter, seu namorado falso. Os personagens começam a se desenvolver melhor, a ganhar novas camadas e a se tornarem mais reais. E foi isso que salvou a leitura para mim. Eu continuei sem me identificar com Lara Jean, mas me apaixonei pelos personagens secundários da história, principalmente Peter, que acaba ganhando mais complexidade do que eu imaginei que teria e foi uma surpresa muito agradável.

Se o amor é como uma possessão, talvez minhas cartas sejam meu exorcismo. As cartas me libertam. Ou pelo menos deveriam.

O livro conseguiu me arrancar sorrisos, alguns suspiros, algumas risadas, mas, sinceramente não foi nada demais. Foi um livro divertido, gostoso de ler. Mas nada aprofundado. Eu recomendo a leitura para quem quer uma história legal e fofa para ler, para passar o tempo rapidamente e ler em poucos dias. 

Vou dar continuidade à série porque ganhei o livro 2 de presente um tempo atrás e, como já está aqui, acabei me interessando em ler. Porém, não vejo muito como a história pode continuar, na verdade. Gostei do final do livro 1, teve um desfecho bacana - em aberto, claro -, mas que eu curti. 

Nota: 3/5 

Notas: 1 - Ruim, péssimo;  2 - Médio, regular; 3 - Bom, legal;  4 - Muito bom;  5 - Ótimo, incrível; ♥ - É um dos meus preferidos
 Quer acompanhar minhas leituras? Me adiciona/segue no skoob!

Se interessou? Compre  Para todos os garotos que já amei!

 



19 comentários:

  1. Oi Aléxia,

    Adoro a escrita da autora, é super leve e fofa.
    Li os dois primeiros livros e gostei bastante, preciso pegar o próximo.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Amei sua resenha, ainda não conhecia esse livro, mas já anotei a dica. Adoro esse gênero!


    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. gostei da resenha, Já tinha visto esse livro mais não sabia da história.
    bj www.diadebrilho.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Aléxia.
    Nem me senti atraída pela obra hahaha.
    Ainda mais com seus comentários e a nota rs.
    Sem dúvidas, esse vou deixar passar.

    Tenha uma ótima semana.

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu gostei do enredo que você descreveu, pena que ele não conseguiu te fisgar por completo. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    www.paisagemdejanela.com

    ResponderExcluir
  6. Ah! Sobre o filme Onde está Segunda? Eu aind anão assisti, mas fui ler sobre ele e está descrito como distopia. Vou assistir para saber se encaixa no gênero cyberpunk.

    ResponderExcluir
  7. Apesar de não ser profundo, tem horas que precisamos de uma leitura mais leve e rápida né? Apenas para relaxar. Eu fiquei com vontade de ler!

    Beijos
    Mari Dahrug
    https://www.rabiskos.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Já me disseram que esse livro é só fofo e legalzinho, mas até hoje sou louca pra ler porque sou curiosa e essa capa é linda demais! Espero conseguir ler esse ano hahaha

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  9. Ahhh, eu amo. Daria nota máxima!! Fui correndo comprar a trilogia completa pq não consegui pensar em outra coisa sem ser a história haha Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
  10. Fiquei triste de saber sobre a superficialidade do livro. Logo quando comecei a ler, já imaginei uma senhora história. É ruim saber que não foi tratada com a profundidade que merecia. Mas, espero que nos outros livros, consigam corrigir isso. No geral, eu leria o livro, já que do meio pro final ele tem mais foco na personagem principal, mas sei que esperaria mais.

    Abraços!

    Lysonjeada

    ResponderExcluir
  11. Pela sua resenha eu não leria esse livro. Gostei muito do ponto de vista.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  12. Parece um livro bem fofo e tranquilo de ler, gostei da dica. Acho que minha irmã mais nova iria adorar.
    Charme-se

    ResponderExcluir
  13. Eu já tinha visto uma resenha desse livro e a sua resenha só confirma o que eu tinha achado: parece um ótimo passatempo, mas não parece marcante. Eu acho que gostaria de ler, mas não investiria em comprar xD

    Um beijão!
    www.heymaria.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi, Lex!
    Eu nunca li a trilogia mas sempre ouvi comentários tão positivos que tenho curiosidade. Confesso que o fato de ser um livro leve e para ser lido rapidamente é um bom incentivo pra mim, porque estou mais nessa pegada ultimamente hahaha
    Adorei o post!
    Beijos,
    http://ofantasmaliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi, Aléxia!
    Eu sempre vejo pessoas comentando sobre esse livro, mas não tenho muita curiosidade para ler não. Nem consigo te explicar o motivo, mesmo porque eu acho a premissa do livro muito legal, mas alguma coisa me diz para não tentar.
    Acho que vou me ouvir e deixar esse de lado dessa vez haha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  16. Oi, Aléxia!

    Eu comecei a ler Para todos os garotos que já amei e também tive muita dificuldade em prosseguir a leitura, achando um pouco sem graça, por isso acabei largando a obra. Fico feliz em saber que apesar da protagonista não conquistar muito, a história em si compensa e agrada o leitor!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Já ouvi falar no livro, mas ainda não animei em lê-lo. :(

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  18. Oie,
    Ah, eu ganhei esse livro numa promo, mas até hoje não li, sabe? Fico achando que vou ficar querendo os outros desesperadamente, então estou esperando uma oportunidade $$$ pra ter os outros dois.
    Menina se isso acontecesse comigo, acho que teria um infarto kkkkkkk se bem que tem ex que eu nem ligaria se soubesse umas verdades.

    Essa coisa da irmã, já sei que deve me irritar. Não gosto muito quando os personagens 'esquecem' de si.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  19. Que bacana a sugestão desse livro. Confesso que nunca li nada dessa autora.

    Dani Ramos
    https://donaengenhosa.com.br/

    ResponderExcluir

Recomendo a leitura (clique na imagem para comprar)